Açúcar bruto salta na ICE com alta na gasolina da Petrobras e exportações indianas

Açúcar
O açúcar branco para dezembro avançou 9,20 dólares (Imagem: REUTERS/Eric Gaillard)

Os contratos futuros de açúcar bruto na ICE fecharam em alta de mais de 2% nesta sexta-feira, com o mercado ganhando terreno na parte final do pregão em meio a uma alta no preço do combustível no Brasil.

O café arábica também subiu, voltando acima do nível de 2 dólares por libra-peso.

Açúcar

O açúcar bruto para março ​​fechou em alta 0,45 centavo de dólar, ou 2,3%, a 20,29 centavos de dólar por libra-peso.

Os operadores disseram que o mercado foi apoiado por novos negócios de exportação da Índia, com rumores de pelo menos 2 milhões de toneladas já vendidas para a nova temporada, e ganhou impulso extra com o aumento do preço da gasolina no Brasil.

Um corretor de açúcar no mercado de futuros nos Estados Unidos disse que o aumento da gasolina da Petrobras, de 7,2%, deverá elevar a paridade do etanol frente ao açúcar de 18,85 centavos para 20,13 centavos de dólar por libra-peso.

O etanol e o açúcar competem pela cana-de-açúcar no Brasil, com as usinas produzindo mais ou menos dependendo dos preços de mercado. Os preços mais altos da gasolina levam a preços mais altos do etanol e o açúcar normalmente acompanha.

O açúcar branco para dezembro avançou 9,20 dólares, ou 1,8%, para 519,70 dólares a tonelada.

O Paquistão emitiu uma nova licitação para comprar 50 mil toneladas de açúcar branco, elevando o total que está buscando atualmente para 100 mil, disseram traders europeus.

Café

O café arábica para dezembro fechou em alta de 3,45 centavos de dólar, ou 1,7%, a 2,0135 dólares por libra-peso​​.

Os estoques de café arábica da ICE estão em suas mínimas desde o início de maio, a 1,94 milhão de sacas, caindo bruscamente de 2,16 milhões de sacas em meados de setembro, indicando forte demanda ou oferta limitada, ou ambos.

Café
O café robusta para novembro recuou 2 dólares, ou 0,1%, a 2.117 dólares a tonelada (Imagem: Pixabay)

A expectativa é de menos chuva nas áreas de café do Brasil agora do que o previsto no início da semana. Os campos no principal produtor precisam de mais umidade para o período de florescimento chave nos próximos dias.

O café robusta para novembro recuou 2 dólares, ou 0,1%, a 2.117 dólares a tonelada.

FONTE: MONEY TIMES

Total
0
Shares
Previous Article

'Marco Legal das Ferrovias pode reduzir custo do frete em até 40%'

Next Article

Maior evento do comércio exterior brasileiro, Enaex 2021 terá reformas estruturais como tema central

Related Posts