Apesar de quebra de safra, usinas garantem oferta de etanol

O Brasil terá oferta suficiente de etanol anidro para atender a mistura na gasolina de 27%, apesar de uma forte quebra na safra 2021/22 devido a problemas como seca e geadas, afirmou a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar).

A declaração foi feita dias depois de o presidente Jair Bolsonaro afirmar que o preço da gasolina poderia diminuir um pouco se houvesse uma redução na mistura de etanol, cujos preços estão nos maiores valores em vários anos.

“A produção registrada até o momento, os estoques disponíveis nos produtores, a possibilidade de importação, o volume a ser produzido e a expectativa de consumo do ciclo Otto indicam condições para atendimento do atual nível de mistura de etanol na gasolina…”, disse em nota o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues.

Com uma redução no consumo de etanol hidratado, por uma gasolina mais competitiva, a Unica avalia também que a oferta de anidro poderá ser reforçada, enquanto produtores se voltam para o biocombustível usado na mistura.

A produção de etanol anidro do centro-sul cresceu 17,8% na primeira quinzena de setembro ante o mesmo período de 2020, para 883 milhões de litros, e aumentou 26,4% no acumulado da safra 2021/22, para 8 bilhões de litros.

De outro lado, a produção de açúcar recuou 8% no acumulado da safra desde 1º de abril, para 26,8 milhões de toneladas, enquanto a fabricação total de etanol (incluindo hidratado) recuou cerca de 3%, para 20,75 bilhões de litros.

Cadastre-se em nossa newsletter

FONTE: REVISTA RPA

Total
0
Shares
Previous Article

Mapa não sabe quando a China voltará a importar e confirma estar de mãos amarradas

Next Article

IGP-M cai 0,64% em setembro, mas acumula alta de 24,86% em 12 meses

Related Posts