Argentina começa a produzir molécula Rynaxypyr

A FMC começou a produzir seu inseticida mais conhecido na Argentina em meados deste ano de 2021. A molécula de Rynaxypyr é fabricada na unidade da empresa Rizobacter na cidade de Pergamino, em resultado de um acordo entre as duas companhias.

O Rynaxypyr é ingrediente ativo de um dos inseticidas mais vendidos do mundo, que é o Coragen. Além disso, a FMC Argentina anunciou que pretende em 2022 não só abastecer o mercado local, mas também exportar para outros países da região.

Para marcar o anúncio, o secretário argentino de Agricultura, Jorge Solmi, esteve na fábrica da Rizobacter. Durante a visita, o político destacou as características dessa formulação e seu processo de fabricação.

“Continuando com o compromisso de trazer tecnologias para o país, a partir de julho a FMC deu início ao processo de produção nacional de seu produto patenteado mais importante no mundo, o Coragen. Com a decisão, a empresa se compromete a substituir as importações e gerar mais investimento, desenvolvimento e mão de obra local”, destacou Sebastián Camba, gerente de Marketing da FMC para o Cone Sul.

Camba também destacou que a Argentina é o quarto país do mundo em que a FMC decide produzir uma de suas moléculas mais importantes, e que oferece muita segurança para os produtores agrícolas.

“A FMC trouxe essa tecnologia para a Argentina e já está trabalhando no registro de novos produtos a serem formulados em nível local, porque a empresa entende a importância da agricultura no país e o peso estratégico desta nação na produção de alimentos em. nível local, nível global”, disse ele.

A partir de agora, 70% dos produtos que a FMC oferece no país são fabricados nacionalmente. Em 2021, a produção de Rynaxypyr é estimada em 200.000 litros, e em 2022, 350.000 litros.

“Este tem sido um dos mais importantes passos dados pela FMC a nível local, e o compromisso é continuar a investir em investigação e desenvolvimento, para trazer mais soluções de alta tecnologia ao país e contribuir para a melhoria da produção alimentar”, concluiu o executivo.



FONTE: AGROLINK

Total
0
Shares
Previous Article

Sebrae-SP e Abstartups realizam evento para fomento de startups na região de Araçatuba

Next Article

Comissão aprova projeto que susta fim de taxação sobre leite em pó

Related Posts