Café arábica avança 5% na ICE por oferta escassa e açúcar recua

Café e Açúcar
O café arábica para dezembro fechou em alta de 10,05 centavos de dólar (Imagem: Pixabay)

Os contratos futuros do café se fortaleceram, uma vez que a escassez de oferta no mercado físico, devido a quebras de safras, sustentou os preços, com os compradores físicos recebendo entregas da bolsa.

Enquanto os futuros do açúcar bruto na ICE recuaram nesta sexta-feira, o primeiro dia da temporada de 2021/22, com as preocupações com a inflação impulsionando o dólar e pesando sobre o ânimo nos mercados globais de ações e commodities.

Café

O café arábica para dezembro fechou em alta de 10,05 centavos de dólar, ou 5,2%, em 2,0405 dólares por libra-peso.

O contrato avançou 4,75% na semana.

As exportações de robusta da principal província produtora de café da Indonésia, Lampung, caíram quase 70% em setembro.

O café está se fortalecendo após cinco dias consecutivos de queda nos estoques certificados, confirmando que há escassez de oferta, disse um operador.

“Atrasos nos embarques, inadimplências e todas essas coisas que vêm crescendo agora estão chegando a um ponto em que obter café no físico é difícil, e a melhor maneira de obter físico é retirando-o da bolsa”, disse um operador.

Se o ritmo atual de retiradas continuar, a bolsa tem cerca de cinco meses de estoques certificados em mãos, o que vai empurrar os preços para cima, disse o operador.

As exportações do café foram duramente atingidas este ano pelos embarques em atraso, disseram os operadores, mas acrescentaram que a safra atual de abril a março de 2021/22 da Indonésia deve cair apenas 2% em relação ao ano anterior.

O café robusta para novembro fechou em alta de 42 dólares, ou 2,0%, em 2.168 dólares a tonelada.

Açúcar

O açúcar bruto para março fechou em queda de 22 centavos de dólar por libra-peso, ou 0,1% para 20,06 centavos de dólar por libra-peso.

O contrato subiu 4,97% na semana.

Os operadores disseram que a pequena entrega de cerca de 226 mil toneladas ante ao contrato de outubro, que expirou na quinta-feira, foi baixista, especialmente porque o contrato expirou com um grande desconto ante o março, indicando fraca demanda.

Olhando para o futuro, eles observaram que outro déficit global é esperado nesta temporada e que os usuários finais, que foram impedidos de comprar devido às altas taxas de frete globais, em breve precisarão repor os estoques.

As taxas de frete devem permanecer altas até 2022, acrescentaram.

O açúcar branco para dezembro recuou 1,90 dólar a tonelada, ou 0,37% para fechar em 510,90 dólares a tonelada.

FONTE: MONEY TIMES

Total
0
Shares
Previous Article

Mais de 200 empregados recebem treinamento sobre intercâmbio de recursos genéticos

Next Article

mesmo com ausência da China, exportações do Brasil crescem 31%

Related Posts