China voltará a demandar carne bovina a partir de 2ª (11)? Soja também está à espera

Gado Bo Commodities Pecuária de corte
Mercado torce pela volta da China às compras de carne bovina e soja nesta semana (Imagem: Reuters/Diane Bartz)

A China abre ameaça a semana fora do feriadão que durou até dia 7 e gera expectativa de que volte a operar nos mercados de carne bovina e soja. Do primeiro, estava sem comprar desde 3 de setembro, pelos episódios da vaca louca; da oleaginosa, ainda não forçava a demanda.

Como se presume que o maior cliente brasileiro deva retomar os negócios, visando a tradicional formação de estoques para a virada do ano e Ano Novo Lunar (fevereiro), a cada dia que passa as esperanças são renovadas, mesmo que terça (12) seja feriado no Brasil.

Para a carne bovina principalmente, que mais sente o baque do derretimento da cotação do boi.

Na sexta (8), outra queda vertiginosa. Só pelo Cepea perdeu mais de 4%, fechando em R$ 271,25 em São Paulo.

No caso da soja, apesar dos prêmios nos Brasil estarem bons, entre 180 e 185 pontos, Chicago está pressionada pela colheita do grão nos Estados Unidos, e a corrida da semeadura no Brasil. No último dia da semana as baixas até que foram leves, em torno de 0,35% no contrato de novembro, a US$ 12,42 o bushel.

Como o USDA também registrou estoques americanos acima do esperado, a busca chinesa nos mercados poderia anular o viés baixista.

 

FONTE: MONEY TIMES

Total
0
Shares
Previous Article

Agricultura familiar abastece mais de 70% da população de Pernambuco

Next Article

Não vou congelar preço dos combustíveis na 'canetada', diz Bolsonaro

Related Posts