Cinemas, restaurantes e lojas físicas vão liderar consumo no pós-pandemia

Com o fim das restrições impostas pela pandemia, os cidadãos brasileiros ficarão mais propensos a ir aos cinemas (57%), frequentar bares e restaurantes (65%) e fazer compras em lojas físicas (40%). É o que aponta uma pesquisa realizada pela Bain & Company com 2 mil brasileiros e que apurou a intenção de hábitos de consumo assim que o risco da covid-19 esteja controlado. De acordo com a pesquisa, o montante de respondentes que não realizaram essas atividades desde o início da pandemia foi de, respectivamente, 79%, 65% e 60%.

A pesquisa mostra um alento para o setor de viagem e turismo. Quase 40% dos brasileiros pretendem viajar de avião e se hospedar em um hotel. Para pouco mais da metade dessas pessoas, isso ocorrerá dentro de poucos meses.

Cinemas, restaurantes e lojas físicas vão liderar consumo no pós-pandemia

A pesquisa da Bain & Company também mostrou que a forma com que os brasileiros gastam tiveram grandes alterações. O foco esteve em supermercado, delivery e saúde, mas o estudo apontou que há uma demanda reprimida por várias categorias que os consumidores esperam gastar mais no futuro, principalmente em viagens, comida, bebida e beleza. De acordo com o estudo, as áreas de consumo que terão impacto no pós-pandemia são as seguintes:

Os consumidores aumentaram nas refeições em casa e reduziram a ida aos restaurantes, em uma comparação com períodos anteriores à covid-19. Embora a comida caseira tenha vindo para ficar, espera-se que os gastos em restaurantes aumentem quando a pandemia passar, chegando a níveis mais altos que o pré-pandemia.

O consumo caiu durante a pandemia, especialmente fora de casa. No entanto, o consumo de álcool em restaurantes e bares deverá aumentar em 30% após a covid.

Gastos com produtos e serviços de beleza diminuíram com a covid, mas espera-se que os gastos com produtos de beleza em casa e serviços de beleza aumentem em cerca de 20%.

Segundo a pesquisa, 72% dos brasileiros aumentaram o tempo gasto em serviços de streaming e 78% aumentaram o tempo gasto em mídias sociais – uma tendência que deve se manter. O tempo gasto em videogames provavelmente será reduzido.

FONTE: NEWTRADE

Total
0
Shares
Previous Article

Sem resposta da China, preços do boi voltam a cair

Next Article

Boi continua sem piso ou contém a hemorragia, mesmo parcialmente, na quinta (30)?

Related Posts