Consumo de combustíveis do ciclo otto no brasil desacelera em setembro

Em virtude da perda de competitividade na bomba, o consumo de etanol hidratado no Brasil encolheu 25,0% em setembro na comparação com o mesmo mês de 2020.

No acumulado de janeiro a setembro, queda de 4,2% ante o mesmo período do ano passado.

Por outro lado, o consumo de gasolina C (misturada com 27% de etanol anidro, ou E27) aumentou 11,6% em setembro no comparativo anual; no acumulado desde janeiro, alta de 10,7% sobre 2020.

Como resultado, o ritmo de crescimento do consumo de combustíveis do ciclo Otto desacelerou no mês passado, registrando aumento de apenas 1,5% ante setembro de 2020, sem mostrar, por enquanto, qualquer força motriz que o leve a superar os níveis pré-pandemia.

Essa constatação surge no momento em que a Petrobras enfrenta dificuldades para suprir a demanda interna. A estatal disse nesta semana que não poderá atender todos os pedidos de fornecimento de combustíveis para novembro.

Cadastre-se em nossa newsletter

FONTE: REVISTA RPA

Total
0
Shares
Previous Article

EUA vendem 362,4 mil toneladas de trigo da safra 2021/22 na semana, aponta USDA

Next Article

Inflação provoca alta de 14,2% na busca por crédito, aponta Serasa

Related Posts