Mercados sem direção clara deixam soja e açúcar por conta delas mesmas

Soja
Soja tem leves perdas com as pressões tradicionais de fundamentos (Imagem: REUTERS/Jorge Adorno)

Com os mercados financeiros mistos até que os Estados Unidos abram suas operações, entre dados mais fracos da economia chinesa no terceiro trimestre, petróleo em alta e o índice dólar também subindo, as commodities agrícolas estão seguindo seus fundamentos até aqui nesta segunda (18).

A soja tem pequenas quedas devido ao alcance da colheita americana, e, no Brasil, do plantio, com as chuvas trazendo novo suporte de pressão.

Às 9 horas (Brasília), o contrato mas líquido, de novembro, perde 0,25%, a US$ 12,15 o bushel.

O açúcar, que mais diretamente se atrela ao petróleo, carrega um pouco da realização de lucros sobre o ganho da sexta.

Mas também sente a desvalorização pela soma da oferta indiana e do clima mais favorável para a cana no Brasil igualmente pelas chuvas no Centro-Sul, enquanto ainda não se sabe os efeitos concretos do La Niña que deverá chegar, segundo analistas meteorológicos.

Recua para 19,50 c/lp no vencimento de março em Nova York, em menos 1,50%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

FONTE: MONEY TIMES

Total
0
Shares
Previous Article

Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 8,69%

Next Article

Encontro reúne adidos agrícolas para discutir estratégias comerciais

Related Posts