Paraguai deve colher uma das maiores safras da história

O plantio da safra de soja 2021/22 no Paraguai foi beneficiado pelo regime de chuvas nesta temporada. As precipitações regulares e bem distribuídas favorecem os trabalhos no campo, conforme relato de Márcio de Souza, produtor de soja no Paraguai

“Fomos privilegiados este ano pelo clima, pois conseguimos realizar o plantio em apenas um mês. O clima ocorreu de forma espetacular e a soja já está germinando muito bem, já que a chuva aconteceu na hora certa e com espaçamento de tempo que deu para aproveitar e fazer o plantio”, destaca.

Diante do clima favorável para as lavouras, Souza espera ter uma produtividade de 3 mil a 4 mil kg por hectare.

O engenheiro agrônomo Sidnei César ressalta as boas condições climáticas do Paraguai, que, segundo ele, são as melhores dos últimos dois anos. “A região norte do país, não teve possibilidade de iniciar o plantio devido ao tempo seco, mas as áreas ao sul têm avançado bem com condições de chuva nas últimas semanas”, pontua.

Diferente da grande potência na soja que é o Brasil, a produção da oleaginosa no Paraguai ainda está longe de três dígitos. Apesar disso, César está confiante em uma das maiores colheitas da história.

“Demos superar as 10 milhões de toneladas. Estamos longe dos maiores produtores mundiais, mas a gente vem crescendo de maneira sustentável, com crescimento baixo na área e aumentando os patamares na produtividade”, diz.

 

FONTE: CANAL RURAL

Total
0
Shares
Previous Article

Tesouro é contra créditos extras para renovar auxílio emergencial

Next Article

Programa do Sebrae-SP vai acelerar startups de 11 regiões do Estado de São Paulo

Related Posts