Plataforma de ex-BTGs, Gávea soma US$ 1 bi em ordens de negócios no agro

Trigo Commodities Agronegócio
Ambientes digitais de negociação B2B ganham plataformas mais seguras de negociação (Imagem: Unsplash/Warren Wong)

O marketplace da Gávea, ou bolsa digital de commodities como seus sócios preferem chamá-la, movimentou US$ 1 bilhão desde seu lançamento em fevereiro.

Os sócios querem, agora, internacionalizar o projeto, cujo volume financeiro movimentado equivaleu a 2,5 milhões de toneladas.

Como a plataforma já está sendo utilizada por tradings e agentes de peso no Brasil todo, Vitor Uchôa Nunes (CEO e fundador), Bruno Holtz – ambos ex-executivos BTG -, e Diogo Iafelice, acreditam que essa meta é bastante plausível para o time.

Além da expansão no Brasil, baseada, ainda, em custos transacionais mais baixos, o que aumenta a margem dos participantes, dizem.

Para isso, além do cartão de visita comercial, a aposta é no “ambiente de segurança, rastreabilidade e escala” que se dá via uso das tecnologias blockchain e inteligência artificial.

As negociações são feitas à vista ou a prazo, em reais ou em dólares, sob contratos 100% digitais, assinados com certificado ICP-Brasil. Essa soma, mais a auditoria da KPMG, dão robustez à Gávea Marktplace, diz Nunes.

 

FONTE: MONEY TIMES

Total
0
Shares
Previous Article

Oferta de milho no Brasil vai crescer e chegar a 128,3 mi de toneladas em 2022

Next Article

Combustível: Raízen, Ipiranga e Vibra investem R$ 115 mi em nova base de distribuição no Pará

Related Posts