Preços do algodão na ICE marcam melhor trimestre desde março de 2011

Algodão Agricultura
O segundo contrato futuro de algodão atingiu sua máxima desde setembro de 2011, encerrando o trimestre com ganhos de 23,73% (Imagem: Reuters/Ricardo Moraes)

Os contratos futuros do algodão negociados na ICE saltaram mais de 3,5% nesta quinta-feira e registraram seu melhor desempenho trimestral desde março de 2011, apoiados por fortes exportações e preocupações com danos à safra norte-americana devido às chuvas no Texas.

O contrato de algodão para dezembro fechou em alta de 3,86 centavos de dólar, ou 3,79%, em 105,8 centavos de dólar por libra-peso.

O segundo contrato futuro de algodão atingiu sua máxima desde setembro de 2011, encerrando o trimestre com ganhos de 23,73%.

“Tivemos super vendas de exportação e a grande maioria delas foi comprada pela China. Isso está apoiando o mercado”, disse Jack Scoville, vice-presidente do Price Futures Group, com sede em Chicago.

“Uma vez que o algodão saiu da marca de 1 dólar, estamos vendo algum novo interesse de compra por parte do especulador. Além disso, há algumas chuvas nas principais áreas de cultivo de algodão e isso também pode ser um fator de apoio.”

O relatório semanal de exportação do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) mostrou vendas de 571.400 fardos para 2021/2022, um aumento de 65% em relação à semana anterior e 92% em relação à média de 4 semanas anteriores, com avanços principalmente para a China.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

FONTE: MONEY TIMES

Total
0
Shares
Previous Article

Residentes no Brasil poderão emitir instrumento cambial

Next Article

Cenário atual do Brasil impede otimismo com a economia em 2022, diz Daoud

Related Posts