Risco de tempo severo na região Sul

Para esta terça-feira (28/09) a presença de cavados – regiões alongadas de baixa pressão – favorece a manutenção das instabilidades na parcela central do país, apesar de que estas serão menos intensas e mais irregulares se comparadas ao dia anterior. Já o outro cavado, na região sul, em conjunto com os ventos mais intensos nas partes mais altas da atmosfera, favorecem o levantamento de ar e consequentemente a formação de nuvens carregadas com potencial para tempo severo.

Já para quarta-feira (29/09) o avanço do cavado e a intensa instabilidade de altos níveis combinados com o aporte de ar mais quente e úmido associado ao fluxo do Jato de Baixos Níveis elevarão ainda mais as instabilidades no Sul do Brasil. Há condições para episódios de chuva intensa na maior parte da Região Sul além de pontos do sul de SP já na manhã da quarta-feira (29/09). Ressalta-se que entre o norte do RS e sul do PR os episódios de chuva intensa serão mais generalizados e poderão também resultar em acumulados expressivos ao final do período. Há ainda, o potencial para tempo severo entre o nordeste do RS e sul de SC. No centro-norte do Brasil não haverá variação significativa nas condições de tempo e a área entre o centro-sul do AM, sudoeste do PA, noroeste de MT e norte de RO permanecerá com maior potencial para episódios de chuva intensa em curto período de tempo. 

Confira a plataforma completa de mapas aqui.

Saiba como fica o tempo em cada região: 

Região Norte
As instabilidades continuam atuando sobre o norte do país, isso devido à combinação dos ventos mais intensos em altitude, o forte calor e a alta disponibilidade de umidade no ar. Deste modo, hoje são esperadas pancadas de chuva bem distribuídas sobre o AM, AC, RO, PA e norte do TO, com potencial de chuvas fortes na parcela central do estado do AM. Sobre o AP e sul do TO a tendência aponta para chuvas mais irregulares com baixos volumes previstos.

Região Nordeste
O dia terá instabilidades, mas estas terão uma distribuição bastante irregular sobre a região nordeste. As chuvas poderão ser registradas sobre o estado do MA de maneira mais abrangente. A outra área com potencial para chuvas fica entre o litoral norte da BA até o litoral leste do RN, essas chuvas serão provocadas pela influência dos ventos oceânicos, mas serão de forma fraca, isolada e pontual. Nas demais áreas do nordeste, o tempo segue firme mas com bastante variação de nebulosidade. O calor fica concentrado na entre o sul do MA e PI, ao passo que no leste baiano até o estado de AL as temperaturas no período da tarde ficam abaixo dos 33°C.

Região Centro-Oeste
As instabilidades remanescentes de um cavado – região alongada de baixa pressão – juntamente com o forte calor e umidade na atmosfera, favorece a formação de algumas pancadas isoladas. As chuvas ficarão mais concentradas ao norte do MT, devido a maior proximidade com a região amazônica, ao passo que as chuvas serão bastante irregulares e mal distribuídas sobre o GO e MS. O calor ainda predomina na região, mas os índices de umidade relativa do ar ficam em níveis menos críticos, do que nas últimas semanas.

Região Sudeste
A atuação do cavado – região alongada de baixa pressão – influenciará o tempo especialmente entre o triângulo e sul de MG, bem como algumas áreas ao norte do estado de SP. Novamente, essas instabilidades poderão ocorrer em um curto período de tempo e na forma de temporais localmente fortes, mas menos intensos do que os registrados no dia anterior. O calor também continua forte entre o oeste paulista e triângulo mineiro, ao mesmo tempo que a influência dos ventos marítimos garantem uma tarde com temperaturas na casa dos 30°C na costa da região sudeste.
 
Região Sul
A intensificação de um cavado e dos ventos mais intensos nas partes mais altas da atmosfera, favorece o levantamento de ar e consequentemente a formação de nuvens carregadas. Essas instabilidades poderão ser localmente fortes, provocando chuvas volumosas em um curto período de tempo, acompanhadas de muitos raios, vendavais e eventual queda de granizo. As áreas com o maior potencial para tempo severo são na divisa entre SC e RS. No PR as chuvas ficam restritas ao sul do estado e sem provocar acumulados expressivos no final do dia. 

Veja os mapas destaques para hoje:

Chuva:

Temperatura Máxima:

Temperatura Mínima:


 



FONTE: AGROLINK

Total
0
Shares
Previous Article

Preços do milho avançam 2% com mercados firmes; soja marca ganho modesto

Next Article

BNDES seleciona 25 startups para apoio financeiro gratuito

Related Posts