Tempestade de poeira atingiu municípios do MS

Uma forte tempestade de poeira – chamada ‘haboob’ – acompanhada de vendaval, atingiu diversos municípios de Mato Grosso do Sul na tarde de sexta-feira (15.10). O fenômeno foi registrado em Campo Grande, Dourados, Rio Brilhante, Miranda, Corumbá, Ponta Porã e Dois Irmãos do Buriti. 

Dados parciais do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul indicam que até as 16h desta sexta-feira, havia registro de queda de 60 árvores só na Capital. As rajadas de vento atingiram entre 54,55 km por hora a 94,45 km/hora em Campo Grande. Alguns moradores relataram que foi possível ver uma nuvem marrom, que começou a se formar no horizonte, por volta de 12h30.

Minutos depois, a chuva chegou com fortes ventos. Houve queda de muros, postes e árvores em diferentes pontos da cidade, incluindo a avenida Marcelino Pires, principal via do centro, onde o trânsito precisou ser interditado. 

Em Dourados, a Prefeitura Municipal organizou uma força tarefa para retirar 50 árvores caídas das ruas da cidade. 

Ainda não há dados sobre os estragos na agricultura. 

Entenda:

A tempestade de poeira é um fenômeno chamado de “haboob”. Haboob, ou habub, em árabe significa “destruidor” ou “que vagueia”. Trata-se de um tipo de tempestade intensa de areia levada por uma corrente atmosférica. Os haboobs frequentemente ocorrem em regiões áridas em todo mundo.

As tempestades de areia dos últimos dias são raras no Brasil, mas muito comuns em outras regiões do mundo, onde são conhecidas como haboob. Eles são causados por temporais de chuva com ventos fortes que, ao entrarem em contato com o solo muito seco, encontram resquícios de queimada, poeira e vegetação seca.

Essa combinação causa uma espécie de “rolo compressor” gigante de sujeira que pode chegar a até 10 quilômetros de altura. A ventania forte vem associada à fuligem e sujeira.

 



FONTE: AGROLINK

Total
0
Shares
Previous Article

Centro de Qualificação de Ribeirão Preto abre duas novas turmas

Next Article

Você viu? Preço da arroba do boi gordo cai de novo

Related Posts